Agro Fashion

Somos alunos da Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural de Vagos (EPADRV), do curso de Produção Agrária. Somos caloiros, mas bons rapazes... e raparigas. E muito "fashion"!

sexta-feira, Janeiro 05, 2007

Bibliografia de Luís Vaz de Camões


Recolhido por: Ana Sofia Graça Bola e Derlander Guimarães


Luís Vaz de Camões foi um dos maiores vultos da literatura da Renascença. Nascido em 04 de Fevereiro de 1524, em local incerto (Lisboa ou Coimbra), filho de uma família da pequena nobreza, não se pode aceitar que não tenha tido uma educação formal de qualidade, tendo em vista a universalidade do conhecimento de sua obra, particularmente da épica.
São mal conhecidas a sua infância e primeira mocidade. Estudou em Coimbra, sem que se saiba onde e como acumulou a larga e variada cultura humanística patente em sua obra. Fidalgo, ainda que pobre, frequentou a corte de Dom João III.
Frequentou a corte e a boémia lisboeta, onde o génio forte e aventureiro o marcaram e conseguiram o cognome de "o trinca-ferros" com que passou a ser conhecido. Envolvido em brigas e confusões, acabou embarcado para o serviço militar nas índias - Portugal então estava empenhado na expansão ultramarina - e passou cerca de vinte e cinco anos longe da pátria, chorando o "exílio amargo e o génio sem ventura".
Sofreu provavelmente exílio no Ribatejo e, em 1547, partiu para Ceuta, a servir naquela guarnição militar; ali, em luta com os mouros de Mazagão vazaram-lhe o olho direito. De volta à pátria, feriu numa rixa, em Lisboa, a um moço do paço e foi para a prisão, de onde saiu engajado para a Índia. No Oriente, tomou parte em várias expedições militares e cruzeiros marítimos. Em Macau, teria exercido o cargo de provedor de defuntos e ausentes; demitido por causa de uma questão com os colonos, foi chamado a Goa. O navio que o conduzia naufragou no mar da China, mas o poeta conseguiu salvar-se a nado com o manuscrito de Os Lusíadas, então já bem adiantado.
Em Goa ficou até 1567, quando regressou a Portugal com escala em Moçambique, onde se demorou alguns anos e onde Diogo do Couto, seu grande admirador, o foi encontrar tão pobre que "comia de amigos". Depois desse longo desterro, voltou a Lisboa, por obra e graça do acaso e da ajuda de amigos, em 1569 ou 1570. Dois anos mais tarde publicou Os Lusíadas, que por si só vale por uma literatura inteira. Dom Sebastião, a quem é o poema dedicado, galardoo-o por três anos com uma tença anual de 15.000 réis. Mas o poeta morreu na miséria, num leito de um hospital.
À parte Os Lusíadas, quase toda a produção camoniana foi publicada postumamente: numerosos sonetos, canções, odes, elegias, éclogas, cartas e os três autos - Anfitriões (1587), Filodemo (1587), El-rei Seleuco (1645). Edição crítica de sua lírica de Leodegário de Azevedo Filho, em 7 volume. Quatro deles já foram publicados pela Imprensa Nacional de Lisboa.
Fonte: Veraperdigao.com.br


disponivel em: http://www.unificado.com.br/calendario/02/camoes.htm

20 Comments:

Anonymous Anónimo said...

fixe sou a primeira a comentar...olha ta mt fixe esta foi a unica pagina k eu encontrei uma biobibliografia de luis vaz de camoes em condiçoes...parabens

8:51 da tarde  
Anonymous ANONIMUS said...

CARA ISSO Tá IMPECAVEL SÓ QUE BIBLIOGRAFIA É DIFERENTE DE BIOGRAFIA QUE É O QUE TU POSTOU!
BIBLIOGRAFIA=OBRAS DO AUTOR, LIVROS, POEMAS ETC......

5:59 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

meu caro, é verdade que bibliografia tem a ver com as obras do autor, livros, etc.. mas nao é só isso..
bibliografia é algo onde se conta a vida e as obras de um poeta!

2:18 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

TU N SERVES PARA ESCREVER OU FAZER BIOBLIOGRAFIA

6:18 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Tá muito fixe,
parabens
Está muito melhor até que no wikipedia

6:52 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Gostei do k axei ak, com certeza irá ajudar-me bastant.

7:03 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

fodas! não sabes o que é uma bibliografia? não devias ter posto que era uma bibliografia

7:03 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Fogo vim aqui á procura da bibliografia e encontro uma biografia... -.-' é melhor mudares o nome para "biografia" para mais ninguem se sentir enganado!

8:21 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

"Uma bibliografia é um registro de documentos, livros, inventários, escritos, impressos ou quaisquer gravações em variados meios (madeira, metal, argila, papiro, papel, etc.) sobre determinado assunto ou de determinado autor, que venham a servir como fonte para consulta.

Uma bibliografia é constituída por referências bibliográficas."

"A Biografia é um gênero literário em que o autor narra a história da vida de uma pessoa ou de várias pessoas."

9:42 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

fodase eu pensava que era uma bibliografia mas depois de ler o comentarios ca*****

5:22 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Vaite foder cara! Sê nao sabe o k é bibliografia!

7:21 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

parabens muita fixe decertesa que me vai ajudar muito.

9:38 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

isso e uma biografia vou procura nos livros mesmo ta muito fraco

2:11 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Exatamente isto não é uma bibliografia mas sim uma Biografia lool

8:44 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Devia ter consultado primeiro o que era uma biografia para saber que isto esta errado!

8:46 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

o senhor e gay?

8:59 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

O senhor e lesbico?

9:02 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

foda se nao sabem nada seus gandas cabroes de merda filhos da puta prostitutos do caralho, nao sabem o que é uma bibliografia vao pra merda

9:09 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

isto nao vale nada demora bue tempo a mostrar os comentarios vao se foder

9:11 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

,m,,,mmm,,,----kkklmmmmmmmmmmmçop

9:17 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home